Gerência de Projetos

Quarta, 02 de abril de 2014, às 06h34min / Daniel Biasoli

Cozinha x Projeto

Texto adicionado em 02 de abril de 2014 (site antigo)

Um dos meus maiores hobbies sempre foi cozinhar. A cozinha me faz bem. Gosto muito de fazer pratos diferentes e provar novas receitas que encontro na Internet. Inclusive há quem diga que na cozinha se faz felicidade. Bem, então enquanto faço felicidade, me sinto feliz. No entanto sou ”maniático”: psicologicamente não consigo fazer uma boa comida se minha cozinha não estiver impecável. Preciso que toda a louça esteja limpa, que os ingredientes estejam devidamente separados e, se necessário, já picados. Mentalmente modelo e simulo todas as etapas da criação do prato a ser preparado. Se não for assim, parece que alguma coisa dará errada: seja no tempo de preparo, no gosto da receita ou até mesmo um incêndio da casa (risos). 

Assim como na cozinha, projetos são feitos de oportunidades. Há a hora certa para aplicar aquele ingrediente que fará toda a diferença. Se passar do ponto, a comida não terá o mesmo sabor. O que faço na cozinha não é nada diferente quando o assunto se refere a projetos, já que grande parte dos problemas nessa área está relacionada a escopo (PMI 2009), assim como, pela prática, sabe-se que em projetos de software existem altos riscos como atrasos nas entregas e, até mesmo, escassez de mão-de-obra. 

Boa parte dos ”tropeços” em projetos, senão a grande maioria, poderiam ter sido evitados se tivéssemos nos antecipado quanto a riscos e oportunidades. Lembre-se: é praticamente impossível fazer um bom gerenciamento de projetos se você não gerenciar os riscos. 

Pense bem: quantas oportunidades deixamos passar por não estarmos preparados quando aparecem? Certamente muitas. Gerenciar riscos é extremamente necessário devido à consciência da existência de fatores internos ou externos, cujos resultados, ao longo dos seus ciclos de vida, podem alterar os objetivos de um projeto. Segundo Boehm (1989), “Gerentes de Projetos de sucesso foram bons gerentes de risco”. Isso conduz a um conceito de que a gerência de risco deveria estar integrada à prática de todos os gerentes de projetos, o que na maioria das vezes não ocorre. 

Em minha dissertação de mestrado descrevi uma pesquisa na qual propus associar modelagem e simulação de sistemas ao gerenciamento de riscos em projetos de software. Neste e em diversos trabalhos de pesquisa na área de Gerenciamento de Projetos com Modelagem e Simulação, utilizamos a premissa de que é fundamental criar uma cultura de medição e métricas, estendendo esta tarefa a todos os profissionais envolvidos em qualquer projeto. Medições, planejamento de releases, modelagem e simulação, além de servirem para fortalecer o processo decisório, quando os dados são catalogados, constituem “dados históricos”, que alimentam a gestão do conhecimento da empresa, podendo serem usados em futuras estimativas e, consequentemente, contribuindo para maximizar o retorno do investimento da organização. 

Quanto maior a base de conhecimento de uma instituição, maiores as chances de se obterem estimativas próximas da realidade através de séries históricas. A gestão do conhecimento dá suporte ao bom senso e, logo, sensibilidade para análise de valores. Assim como na cozinha, em que o feedback daqueles que servem de cobaia para provar uma receita é extremamente importante para novas receitas, é imprescindível que haja uma socialização de nossas experiências em projetos para agregar valor à base da gestão de conhecimento da organização à qual representamos. O diferencial de um bom projeto está em antecipar, reduzir impactos e aumentar o ganho para as partes interessadas. Com isso evitamos que problemas se tornem realidade e levamos o nosso projeto por meio uma deliciosa e saborosa receita dentro dos limites possíveis.


Últimas notícias sobre "Gerência de Projetos":

» 19/03/2014, às 06h40min - Priorização de Ideias
» 25/03/2014, às 06h35min - Qualquer um pode ser Gerente de Projetos de Software?
» 23/04/2014, às 06h25min - Qual o melhor dia para começar uma sprint?
» 01/07/2014, às 06h20min - O que você faria no seu primeiro dia como Gerente de Projetos?
» 20/10/2015, às 06h15min - SIRC - UNIFRA, em Santa Maria/RS 
» 05/04/2016, às 06h12min - Utilização do Método MoSCoW Para Gerenciar Contratos em Scrum
» 28/09/2016, às 06h06min - Funções e Cargos Dentro de Um Time de Desenvolvimento Scrum


« retornar